Fale cononosco através de nosso Whatsapp 14996331282
20.9 C
Marília

Agora todos em um só

spot_img
spot_img
spot_img

Números assustadores

Últimas notícias

Por Fernando Pedro de Andrade* – colaboração para o Portal Mariliense

Sempre que comparamos o Brasil aos países chamados de 1º mundo, sempre o fazemos na forma pejorativa, sempre apontamos os pontos fortes dos outros países em relação a nós.

Não quero neste artigo promover uma campanha ufanista do tipo ‘ame-o, ou deixe-o ‘, mas sim mostrar que países do chamado 1º mundo enfrentam os mesmos problemas que nós.

Um dos maiores problemas enfrentados no Brasil é o do ‘abuso infantil’ chegando ao número de 2190 casos registrados ao ano, claro que esse número deve ser muito mais alto, devido aos casos que são omitidos.

Porem se compararmos aos números do Japão, estes números se tornam pequenos, não que deixem de ser preocupantes, porem não podem nem de longe serem comparados aos 66.807 casos de ‘abuso infantil’ ocorrido no Japão no ano de 2012.

Segundo a rede de TV japonesa TBS, ocorreu um aumento de 11,5% nos casos, a rede de TV se baseou em números do Ministério de Saúde, Trabalho e Previdência Social, em relação ao ano fiscal de 2011.

‘A consciência social sobre o aumento dos casos e uma atuação mais próxima da policia e os centros de aconselhamento, levou a um aumento no número de denúncias, informou a agência KYODO.

Se 2190 casos já fazem disparar o alarme em nossa sociedade de que algo esta errado e precisa ser corrigido com urgência, o que dizer de 66.807casos em um ano, é um claro sinal que a situação se tornou caótica e esta quase que fora de controle por completo.

Como já escrevi acima não quero falar que não devamos combater esse ato tão repugnante que infelizmente ocorre em nosso país, mas sim chamar a atenção que em países tidos de 1º mundo a situação é muito mais grave, porém não é tão divulgada como aqui.

Enquanto as organizações internacionais, com razão, falam que nossa situação é crítica, não vemos elas citarem o Japão.

Seria mais útil a todos que não só os nossos números fossem divulgados, mas de todos os países, não importando que lugar sua economia ocupa no mundo.

Abaixo segue o link da noticia em português:

https://www.ipcdigital.com/br/Noticias/Japao/Sociedade/Japao-registra-66.807-casos-de-abuso-infantil-em-2012_26072013

*Fernando Pedro de Andrade – gosta de ler e escrever, morou 19 anos Japão, aonde trabalhou na mídia latino-americana.

Marília
nublado
20.9 ° C
20.9 °
20.9 °
89 %
0.9kmh
100 %
qua
25 °
qui
25 °
sex
27 °
sáb
29 °
dom
21 °

1 COMMENT

  1. Lembrando que sao mais de 60 mil violencias contra criancas (em japones: gyakutai). Sao maes que nao aguentando o choro do bebe acabam batendo. Nao sao abusos sexuais como os do Brasil. Um fato curioso e que todas as maes que batem nos seus filhos, receberam o mesmo tipo de violencia quando criancas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img

Em destaque