25.9 C
Marília

Presidenta Dilma: “Sem sombra de dúvida”, Petrobras inicia nova etapa

Últimas notícias

 

“Sem sombra de dúvida”, balanço da Petrobras marca nova era, respondeu à imprensa a presidenta Dilma Rousseff quando questionada sobre os números apresentados no balanço auditado pela Petrobras, na última quarta-feira (22). Nesta sexta-feira (24), as ações da estatal brasileira apresentam alta em seus valores tanto na bolsa brasileira quanto na de Nova York.

 

Foto Montagem

 

A coletiva ocorreu enquanto a mandatária aguardava a chegada da presidenta sul-coreana, Park Geun-hye, no Palácio Itamaraty.

Também em entrevista à imprensa, o presidente da maior empresa brasileira, Aldemir Bendine, falou sobre os resultados e destacou: “Hoje represento a companhia. A Petrobras foi vítima de tudo isso pelo que ela passou. Somando-me aos 86 mil empregados do sistema Petrobras, sim, a gente está com o sentimento até de vergonha disso que a gente vivenciou, desses malfeitos que ocorreram”.

Entenda o balanço

De acordo com o demonstrativo publicado no Blog Fatos e Dados da estatal, houve um recuou de R$ 21,6 bilhões em 2014, em função, principalmente, da perda por desvalorização de ativos (impairment), de R$ 44,6 bilhões; e da baixa decorrente de pagamentos indevidos identificados no âmbito da Operação Lava Jato, de R$ 6,2 bilhões.

Também impactaram os resultados, o provisionamento de perdas com recebíveis do setor elétrico (R$ 4,5 bilhões), as baixas relacionadas à construção das refinarias Premium I e II (R$ 2,8 bilhões) e o provisionamento do Programa de Incentivo ao Desligamento Voluntário – PIDV (R$ 2,4 bilhões).

Por outro lado, a geração de caixa operacional alcançou R$ 59,1 bilhões em 2014 e o lucro bruto, de R$ 80,4 bilhões, foi 15% superior ao de 2013. Estes valores refletem o aumento da demanda e maiores preços de venda de derivados no mercado interno. Terminamos o ano com R$ 68,9 bilhões em caixa.

Transparência e fiscalização

Com empenho dos órgãos competentes em apurar e punior as irregularidades, a estatal conseguiu indentificar pagamentos indevidos a partir de metodologia baseada nos depoimentos tornados públicos no âmbito da Operação Lava Jato.

Segundo o relatório, foi aplicado percentual de 3% sobre contratos com 27 empresas citadas como membros do cartel, entre 2004 e 2012. No caso de pagamentos para empresas fora do cartel, foram considerados valores específicos citados nos depoimentos. Esta baixa foi reconhecida no 3º trimestre de 2014, período no qual foi apurado prejuízo de R$ 5,3 bilhões.

“Nós ainda não recuperamos nenhum valor referente aos pagamentos indevidos identificados e não podemos estimar de maneira confiável qualquer valor recuperável nesse momento. Estão sendo tomadas as medidas jurídicas necessárias para buscar ressarcimento pelos prejuízos sofridos”, informa o documento.

Alta de 5% na produção

O relatório também revelou que a produção de petróleo e gás natural (Brasil e exterior) cresceu 5% em relação a 2013, atingindo a média de 2 milhões 699 mil barris de óleo equivalente por dia (boed) em 2014.

O documento aponta ainda que a produção do pré-sal contribuiu de forma importante com 381 mil barris por dia, com recorde de produção diária de petróleo alcançada em 21 de dezembro, com 713 mil boed.

No refino, a produção total de derivados foi de 2 milhões 170 mil barris por dia, 2% acima de 2013. A carga processada também aumentou 2%, em função do bom desempenho operacional das refinarias. O volume de venda de derivados no mercado interno totalizou 2,4 milhões de barris por dia, crescimento de 3% em relação a 2013.

No que se refere à produção exclusiva de petróleo no Brasil foi de 2 milhões 108 mil barris por dia (bpd), 1,8% abaixo da produção de fevereiro, de 2 milhões 146 mil bpd. A produção de petróleo operada no país foi de 2 milhões 297 mil de bpd, 0,9% inferior à do mês anterior (2 milhões 319 mil bpd).

Valorização na bolsa

Mesmo sendo alvo de constantes ataques, a petroleira contunua em ampla valorização no mercado.  a Petrobras volta a ser destaque e alavanca o Ibovespa. Para surpresa dos pessimistas, ao longo de abril de 2015, as ações da companhia lideram os ganhos do índice com folga. De acordo com informações do Blog Fatos e Dados, a estatal brasileira alcançou mais 50% de alta naquele mês.

Nesta quinta-feita (23), a diretora de Exploração e Produção da estatal, Solange Guedes, confirmou a informação  e destacou que as ações da estatal brasileira apresentam alta em seus valores tanto na bolsa brasileira quanto na de Nova York.

Ela ainda adiantou que o novo plano de negócios da Petrobras para os próximos cinco anos será divulgado em maio e terá como premissa a desalavancagem (menos crédito e redução de endividamento) da empresa, com investimentos em projetos de maior rentabilidade.

Do Portal Vermelho
Joanne Mota, com informações das agências

spot_img
Marília
nuvens quebradas
25.9 ° C
25.9 °
25.9 °
73 %
2.1kmh
75 %
qua
28 °
qui
30 °
sex
31 °
sáb
31 °
dom
32 °

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img

Em destaque