Fale cononosco através de nosso Whatsapp 14996331282
21.9 C
Marília

Agora todos em um só

spot_img
spot_img
spot_img

Tempestade de granizo causa estragos em cidades na região de Marília; confira fotos

Últimas notícias

Cobertura metálica caiu e atingiu telhado de uma casa (Foto: reprodução/TV Tem)
Cobertura metálica caiu e atingiu telhado de uma
casa (Foto: reprodução/TV Tem)

Técnicos da CPFL ainda trabalham nesta segunda-feira (22) para restabelecer a energia em parte das 40 mil casas em Marília (SP) que tiveram o abastecimento prejudicado no domingo (21), após uma tempestade acompanhada de granizo que atingiu a cidade. De acordo com a companhia mais de 5 mil residências continuavam com o problema hoje e a energia deve ser normalizada até às 16 horas.

Segundo o Centro de Operações da empresa, há muitas ocorrências com queda de árvore, o que torna as operações mais complexas, uma vez que os galhos precisam ser removidos da rede antes de restabelecer o fornecimento de energia. Além do problema no abastecimento de energia, a chuva com granizo causou vários estragos pela cidade.

Torre de comunicação do Corpo de Bombeiros tombou durante a chuva (Foto: reprodução/TV Tem)
Torre de comunicação do Corpo de Bombeiros tombou durante a chuva (Foto: reprodução/TV Tem)

A armação de ferro de uma loja não resistiu e o local ficou sem o toldo. A proteção de madeira de um terreno também tombou. Mas uma das cenas mais impressionantes foi em um posto de combustíveis. A cobertura veio abaixo por causa da velocidade do vento, que chegou a 80 km/h, e o local teve que ser isolado.

Cobertura de posto de gasolina caiu por causa da força do vento (Foto: reprodução/TV Tem)
Cobertura de posto de gasolina caiu por causa da força do vento (Foto: reprodução/TV Tem)

Pela manhã, funcionários tiveram trabalho para limpar a loja de conveniência que também foi atingida. Em um supermercado um poste de iluminação do estacionamento caiu em cima da estrutura que abriga os carros. A cobertura metálica de barracão se soltou e atingiu o telhado de uma casa. Dois carros ficaram danificados. Segundo os moradores, a chuva de granizo durou apenas 10 minutos.

A Avenida Pedro de Toledo, uma das mais movimentadas da zona norte de Marília, teve que ser parcialmente interditada. Os galhos de várias árvores atrapalharam o trânsito. Até quem está acostumado a acudir os outros em casos de catástrofe enfrentou problemas por causa da tempestade. A torre de comunicação dos bombeiros veio abaixo.

Chuva acompanhada de granizo causou estragos por toda cidade (Foto: reprodução/TV Tem)
Chuva acompanhada de granizo causou estragos por toda cidade (Foto: reprodução/TV Tem)

“Eu tenho quase 30 anos de corporação e nunca presenciei uma coisa desse porte, desse sentido. Aparentemente para mim era um tornado porque eram ventos circulares e lançando bolas de granizo e o vento levando tudo que estava em seu caminho”, afirma o tenente Marcelo Mittermayer. Ainda de acordo com o tenente, foram pelo menos 80 chamados. O trabalho ficou ainda mais complicado sem o rádio.

Já em Quintana (SP) os motoristas também não conseguiram escapar da tempestade de gelo no domingo (21). Na Comandante João Ribeiro de Barros, a pista de acesso à entrada da cidade ficou coberta de pedras. A temperatura também despencou de 24 para 17 graus por volta das 16h30 do domingo. A tempestade trouxe prejuízo para quem circulava de carro e vários veículos ficaram amassados.

Paraguaçu Paulista
Granizo também causou estragos em Paraguaçu Paulista (SP) no sábado (20) à noite. Centenas de casa tiveram os telhados danificados e carros foram amassados. Mais de 600 pessoas procuraram a prefeitura, que distribuiu lonas de forma emergencial.

A Defesa Civil cadastrou toda as pessoas que procuraram ajuda e distribuiu lonas durante todo o dia. Um levantamento para calcular os prejuízos pela cidade será feito nos próximos dias. Apesar dos estragos, não há informações de pessoas desalojadas ou desabrigadas na cidade.

Moradores também chegaram a ficar sem água por causa de danos ao encanamento provocados pelas pedras de granizo. Os bairros Vila Nova e Jardim das Oliveiras foram os mais atingidos pelos estragos, segundo informações da PM, mas, há estragos em toda a cidade.

Do G1

Marília
nublado
21.9 ° C
21.9 °
21.9 °
85 %
1.4kmh
100 %
qua
26 °
qui
25 °
sex
27 °
sáb
28 °
dom
21 °

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img

Em destaque