14.3 C
Marília

Agora todos em um só

spot_img
spot_img
spot_img

Tucano acusa Dilma de trair a região Nordeste

Leia também

Daniel Coelho Foto Divulgacao

 

Recife (PE) –  O veto da presidente Dilma Rousseff (PT) à Medida Provisória nº 656 – aprovada em dezembro de 2014 e que permitia a prorrogação dos contratos de compra de energia à Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) até 2042 – provocou reação das empresas do Nordeste, região fortemente atingida pela decisão da petista.

Reportagem do jornal Diário de Pernambuco destaca, nesta sexta-feira (23), em manchete, que a medida traz “prejuízos e desemprego”, porque os “grandes consumidores” de energia do Nordeste – como  Gerdau, Braskem e Vale – serão obrigados a rever suas planilhas de custos, já que terão que recorrer ao mercado livre cujo preço médio de R$ 388 MWh é quase quatro vezes maior do que R$ 100 MWh pagos à Chesf.

Pernambuco, em especial, deve sofrer principalmente no setor de siderurgia, indústrias cujo custo com energia representa quase 70% da despesa total. O resultado previsto é um aumento no preço dos vergalhões de aço para a construção civil impactando o preço dos imóveis.

“Como região já sofrida, não podemos aceitar que o governo nos massacre ainda mais. A medida do governo pode elevar em mais de 300%  o custo da energia para as empresas. Com isso, desemprego e aumento dos preços serão inevitáveis. Isso é uma traição com a região do Brasil que mais precisa de ajuda!”, reagiu o deputado federal eleito Daniel Coelho (PSDB-PE) – foto –  em seu perfil no Facebook.

*Assessoria PSDB-PE

spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_img
spot_img

Últimas notícias